A auto-ajuda dos livros de teorias de gestão

Fico pensando no diálogo de um escritor com a consciência dele, mais ou menos assim:Ele: – Pô, tá faltando uma graninha… IPTU, IPVA, início de ano é sempre foda…
Consciência: – Você sempre foi um fracasso, cara. Pague aí seu tributinho e fica na sua!
Ele: – Mas eu não sou um completo fracasso! Tem muita gente aí mais burra do que eu!
Consciência: – É, até que nesse ponto você tem razão. Então vai logo, pensa em algo!
Ele: – Acho que vou assaltar um banco!
Consciência: – Isso, animal! Claro que vai dar certo, né? Vai ser bem fácil correr da polícia com esses teus 120 quilos!
Ele: – Também não precisa ofender, pô!
Consciência: – Vai acostumando. É bom, constrói o caráter.
Ele: – …
Consciência: – Engole esse choro, seu frouxo!
Ele: (gulp)
Consciência: – Fresco.
Ele: – Você é muito cruel.
Consciência: – Tá, vou te ajudar, mas só dessa vez, já que você não tem merda nenhuma na cabeça: escreve um livro.
Ele: – BOA IDEIA!!! Vou escrever um livro de auto-ajuda, esse negócio vende muito!
Consciência: …
Ele: – Que foi?
Consciência: – Cara, você é um idiota, mas ao menos seja honesto.
Ele: – Como assim?
Consciência: – Se é pra roubar de alguém, não roube dos frágeis e dos pobres coitados de baixa auto-estima. Roube dos idiotas, ao menos é mais honesto!
Ele: – Guias de restaurantes pra turistas?
Consciência: …
Ele: – Que foi?
Consciência: – Às vezes eu tenho vergonha de morar dentro da tua cabeça…
Ele: – Que tipo de idiota eu ataco, então?
Consciência: – Um tipo pior de idiota! Aquele tipo que vai repetir as tuas palavras como um mantra pra encher o saco de todo mundo ao redor dele e ainda vai se achar um ser iluminado por isso!
Ele: – Auto-ajuda?
Consciência: – EU ACABEI DE FALAR QUE AUTO-AJUDA NÃO, SEU ANIMAL!
Ele: – Tá. Desculpa. Teorias de gestão, então?
Consciência: – Demorou, hein?
Ele: – Mas será que livro é uma boa ideia? Será que eu encontro idiotas o bastante pra ler essa porcaria?
Consciência: – Sempre, cara! Aí depois tu vende palestras sobre o livro pros mais idiotas, aqueles que só ouviram falar da capa do teu livro na reunião semanal de “networking” deles e fica rico rapidinho!
Ele: …
Consciência: – Que foi, bichona? Vai começar a ter escrúpulos agora?
Ele: – Você é muito cruel.
Consciência: – Pelo menos eu sou não sou burro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s