Das lembranças e más decisões

E então, você encontra aquela que lhe fez feliz por algum tempo.
Falta-lhe o discernimento para decidir como agir.
Você a olha fixo. Depois de tanto tempo? Será que ainda há calor?
Lembranças todas vêm à mente num instante.
Pensava tê-la esquecido completamente; puro engano.
E por mais que você saiba que é errado,
que o passado não lhe seja alvissareiro,
você se aproxima, a pega pela mão
e leva seus lábios até ela, sentindo um misto de felicidade e arrependimento.
(…)Este não é um poema de amor.
É o que eu sinto sempre que tomo aquele último gole de café, parado na minha caneca há meia hora.
Porque eu sempre faço isso, POR QUE???????

Anúncios

Um pensamento sobre “Das lembranças e más decisões

  1. - disse:

    Por mais cruel, falsa e não-merecedora de qualquer consideração ela possa parecer ou talvez ser… Por mais que ela esteja vivendo uma vida paralela, tem uma pessoa, em algum lugar do mundo, pensando em ti também. Não sei o que vocês podem fazer com isso, depois de “tanto erro e de um passado pouco alvissareiro”, mas talvez seja bom que tu apenas saibas disso. Ou talvez seja mais um erro, enfim. Fique bem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s