Sobre a revolta em São Paulo

São Paulo, de novo, se mostrando vanguarda até na hora de tomar pancada na cabeça por um motivo justo. Já o foram no passado; são hoje, novamente. E a truculência policial transformando uma manifestação legítima numa praça de guerra sem tamanho.

Mas eu não tenho nada a dizer sobre isso. O Pedro disse tudo.

Aos meus amigos Felipe, Jean, Clarisse e Ana, rogo que se cuidem.

Acho que pela primeira vez na vida, sinto orgulho do povo do Brasil.

Indo dormir com a voz embargada. Achei que esse dia não fosse chegar nunca.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s