Das leis que não mudam nada (ou “Da Inutilidade do Ato Médico”)

Notícia ruim: sancionaram a Lei do Ato Médico.
Notícia boa: a mulher que nos governa vetou tudo que mudava alguma coisa.

Geralmente as coisas vão da teoria à prática; com essa lei, foi o contrário. Ficou na lei só o que acontece todo santo dia nas instituição de promoção à saúde.

Veja: não me incomoda o fato dos vetos, eles eram muito necessários e justos com todas as categorias envolvidas nesse processo. Me incomoda, sim, e muito, tanto tempo, esforço e dinheiro investido em algo que não tem reflexo algum, na prática.

Ou seja: passaram 11 anos discutindo um assunto, gastando o seu dinheiro com burocracias mil e vai ficar tudo como era antes: o técnico de enfermagem furando as vossas nádegas sem pudor ou piedade, a enfermeira lhe aplicando medicação em orifícios nunca dantes explorados de sua anatomia, a nutricionista te ensinando a comer salada como um bom menino e o fisioterapeuta transformando essa rampa de skate que você chama de coluna vertebral numa coisa que doa menos.

E tudo isso com bastante tempo na sala de espera do consultório, do ambulatório, do hospital, do laboratório e da pré-autorização do plano de saúde.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s