Murphy, meu querido!

Eu conto tanta história com relação a coisas que aparentemente só acontecem comigo, que às vezes até eu duvido de mim.
Mas o fato é que eu tenho muitos amigos; mas PARCEIRO, mesmo, é o Murphy.

Explico: eu fui pro sítio no final de semana, e meu carro voltou de lá com barro até do lado de dentro (não, não tô exagerando).
Aí, claro, eu mandei lavar o carro durante a semana. Ontem de manhã, pra ser mais preciso, que foi quando deu tempo de fazer isso.
O pensamento óbvio de quem traz Murphy à tiracolo é o de que iria chover durante o dia. Surpreendentemente, não choveu. Já tava até feliz, já que dessa vez eu tinha escapado das brincadeiras do tio Murphy.

Pois hoje eu acordo, desço até a garagem pra buscar o carro pra trabalhar e dou de cara com um vazamento gigante na tubulação, EXATAMENTE em cima do meu carro.

SÓ do meu carro.

Murphy, senhores: “o maix quirido!”.

(Olhando pelo lado bom: por ali, passam três tipo de tubulação. A que vazou era só água.)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s